A Malaysia Airlines opera atualmente seis jatos da série A380 (Airbus)

A Malaysia Airlines opera atualmente seis jatos da série A380 (Airbus)

A companhia aérea Malaysia Airlines anunciou que vai transferir suas aeronaves Airbus A380 a uma nova transportadora subsidiária focada em viagens de peregrinação religiosa. Não só isso, a empresa asiática também afirmou que vai aumentar a capacidade de assentos na cabine para poder levar cerca de 700 passageiros – os A380 da Malaysia têm 496 assentos.

Peter Bellew, diretor executivo da companhia malaia, confirmou ao site FlightGlobal que a nova companhia aérea terá um escritório exclusivo até dezembro deste ano, enquanto os voos estão programados para começar no terceiro trimestre de 2018.

Segundo Bellew, o ponto de partida da nova empresa serão os eventos sazonais de peregrinação Hajj e Umrah, quando muçulmanos visitam a Mecca, a “cidade sagrada” da religião islâmica, na Arábia Saudita.

Todos os anos, em dezembro, cerca de três milhões de muçulmanos do mundo todo realizam o Hajj, considerado um ritual obrigatório para adultos na tradição islâmica. Já o Umrah, que não é obrigatório pela religião islâmica, pode ser realizado em qualquer período do ano.

O diretor da companhia também afirmou que a modificação no interior das aeronaves serão realizadas pela Airbus “de uma maneira de baixo custo”, acrescentou.

Mais de 800 passageiros

O A380 é o maior avião de passageiros do mundo. Embora nenhum operador tenha configurada a aeronave dessa forma, o avião gigante da Airbus pode transportar até 868 passageiros na opção de cabine de alta densidade, apenas com assentos de classe econômica.

A maioria dos A380 em serviço têm capacidade para transportar cerca de 450 passageiros ou pouco acima de 500, distribuídos em três ou quatro classes diferentes de assentos, da econômica até uma espécie de “super” primeiras classe, como a cabine “The Residence”, oferecida pela Etihad Airways.

O Boeing 747-8, único concorrente do Airbus A380 e segundo maior avião de passageiros do mundo, pode ser configurado para transportar até 605 ocupantes, em classe econômica.

Veja mais: Airbus reduz produção do A380