O C919 será o jato narrowbody mais barato da categoria: custa US$ 68 milhões (COMAC)

O C919 será o jato narrowbody mais barato da categoria: custa US$ 68 milhões (COMAC)

O primeiro voo do jato comercial chinês COMAC C919 é um dos fatos mais aguardados no setor aeronáutico neste ano. O difícil é ele sair do chão… De acordo com a Administração de Aviação Civil da China (CAAC), a ANAC chinesa, o voo inaugural da aeronave deve acontecer no próximo mês de maio. Esse já é o terceiro prazo divulgado somente neste ano.

A CAAC divulgou que o primeiro voo do C919 será realizado no Aeroporto de Pudong, em Xangai. A aeronave vai decolar a partir da quarta pista do aeroporto, que tem 3.800 metros de comprimento e 60 m de largura, o suficiente para receber aeronaves de grande porte, como o Airbus A380. A quinta pista, projetada especificamente para o C919, com 3.400 m de comprimento e 45 m de largura, ainda está em construção e deve ser aberta somente no segundo semestre.

Até o momento, o C919 já realizou testes de taxiamento e provou os reversores de empuxo dos motores. A COMAC também anunciou no início deste ano que faria testes de alta velocidade com a aeronave, prova essencial para realizar o primeiro voo do jato e que ainda não foi efetuada.

O desenvolvimento do C919 foi iniciado em 2008 e, nessa época, a fabricante previa o primeiro voo do aparelho para meados de 2016. O projeto, porém, tomou forma somente em novembro de 2015, quando foi apresentado oficialmente.

Se não atrasar mais, o jato chinês, proposto para concorrer com os tradicionais Airbus A320 e Boeing 737, deve chegar ao mercado em 2020. Apesar das incertezas e atrasos, o C919 já pode ser considerado um sucesso comercial: a COMAC já recebeu 570 encomendas pela aeronave de 23 clientes, a maioria de companhias aéreas estatais da China.

O C919 é projetado para transportar até 174 passageiros em uma classe, ou 158 ocupantes em duas classes, capacidades semelhantes às dos jatos ocidentais A320 e 737. O mesmo vale para o alcance da aeronave, fixado em 5.555 km.

O C919 terá capacidade para transportar até 174 passageiros (COMAC)

O C919 terá capacidade para transportar até 174 passageiros (COMAC)

O preço sugerido do C919 pela fabricante chinesa também é convidativo, especialmente quando comparado aos dos concorrentes ocidentais: o jato chinês é avaliado em US$ 68 milhões, enquanto o Boeing 737-800 tem preço inicial de US$ 72 milhões e o Airbus A320 a partir de US$ 97 milhões.

Veja mais: Maior avião produzido na China, Y-20 Kupeng entra em serviço