A United Express é a divisão de voo regionais da tradicional companhia United (Divulgação)

A United Express é a divisão de voo regionais da tradicional companhia United (Divulgação)

Parece história de viagem clandestina, mas não é. No último domingo (1) um carregador de bagagens ficou preso no porão de cargas de um jato Embraer E175 da companhia United Express por 1,5 hora, tempo em que a aeronave voou de Charlotte, no estado da Carolina do Norte, até Washington, capital dos Estados Unidos.

O homem, identificado pelo jornal The Washington Post como Reginald Gaskin, de 45 anos, funcionário de uma empresa que presta serviço a United, foi encontrado no compartimento sem ferimentos. Segundo a publicação, Gaskin sobreviveu pois o bagageiro da aeronave estava pressurizado.

Questionado sobre a situação, Gaskin foi orientado por seu advogado a não prestar declarações a imprensa. “Agradeço a Deus. Ele estava comigo”, foi tudo que disse. A companhia está investigando o incidente – United Express é a divisão de voo regionais da United Airlines.

Nota do editor: O que será que Reginald estava fazendo no porão do avião?

Veja mais: Gol estreia avião com bancos de couro