O exercício militar na base de Osan levou 40 aeronaves para a pista (USAF)

O exercício militar na base de Osan levou 40 aeronaves para a pista (USAF)

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) divulgou nesta semana imagens de sua mais recente “Marcha do Elefante”. O treinamento, realizado no 9 de maio, na Coreia do Sul, envolveu dezenas de aeronaves, que foram para a pista lado a lado.

O exercício simula as manobras necessárias para um eventual ataque em massa com aeronaves militares. É uma forma de resposta rápida e efetiva, como em uma provável invasão hostil por terra ou pelo ar. A “marcha” completa envolve ainda decolagem dos aviões em formação, uma logo após a outra. É um dos maiores espetáculos da aviação.

Os aviões da USAF baseados na Coreia do Sul, no entanto, apenas taxiaram pela pista da base de Osan e voltaram para os hangares. O treinamento contou com caças F-16 “Falcon” e os aviões de ataque ao solo A-10 “Warthog”, todos de esquadrões dos EUA. A “marcha” contou com 40 aeronaves, todas armadas.

Marcha para norte-coreano ver

Treinamentos com grandes movimentações de aeronaves e equipamentos são uma mensagem de dissuasão política e demonstração de poder militar de um país. A marcha realizada pelos EUA, no caso, é endereçada a Coreia do Norte, que testou recentemente sua primeira bomba de hidrogênio.

Esse já é o segundo exercício desse tipo realizado pelos aviões da USAF na Coreia do Sul. Em março, foi realizada uma simulação de decolagem com formações de caças F-16, mas a noite.

A USAF também realizou uma "Marcha do Elefante" noturna em março deste ano (USAF)

A USAF também realizou uma “Marcha do Elefante” noturna em março deste ano (USAF)

Veja mais: Marinha do Brasil afunda navio desativado em teste com mísseis