Boeing 787-9 da British Airways: em outubro no Rio (Adam Moreira)

Ao menos para a British Airways, a crise econômica brasileira parece que terá um alívio. Depois de reduzir a oferta de assentos tanto na rota entre Londres e São Paulo quanto nos voos para o Rio de Janeiro, a companhia aérea britânica confirmou que mudará os aviões utilizados nesses destinos a partir do dia 29 de outubro. E a boa notícia que a capital carioca será servida pelo novo jato 787-9, da Boeing.

A mais moderna aeronave da BA conta com 24 unidades, sendo 16 da versão de maior capacidade atualmente e que será utilizada na rota Londres-Rio. Apesar disso, ela oferece 216 lugares contra 224 do avião utilizado, o 777-200ER. A compensação virá na inserção de mais uma frequência semanal, elevando o serviço para seis voos por semana na rota, aumento de 15,7% na oferta.

Mesmo com o aumento, a British não voltará a ter a mesma demanda de alguns anos atrás quando operou o 777-300ER para o Rio. Por falar nele, a maior versão do “Triple Seven” assumirá o voo diário entre Londres e São Paulo (Guarulhos) também no dia 29 de outubro.

Quatro classes

Depois de variar o equipamento nos voos para São Paulo desde a saída do 747-400, a BA manteve o 777-200ER na rota a fim de compensar a redução de demanda. A chegada do 777-300ER deve elevar a oferta em nada menos que 25% já que o avião possui 299 assentos em quatro classes, sendo 14 na Primeira Classe, 56 na Executiva, 44 na Econômica com mais espaço para as perna (World Traveller Plus) e 185 na Econômica.

Se não oferece a mesma qualidade de voo do 787 o maior birreator de passageiros do mundo é conhecido pela boa imagem que possui entre os passageiros mais frequentes.

Veja também: Boeing 787-10 realiza primeiro voo

BA vai colocar o 777-300ER na rota entre Londres e São Paulo (Kentaro Iemoto)