As duas pistas do aeroporto de Brasília estão separadas por uma distância de 1,8 km (Foto - Inframerica)

As duas pistas do aeroporto de Brasília estão separadas por uma distância de 1,8 km (Foto – Inframerica)

O Aeroporto Internacional de Brasília será o primeiro do Brasil e da América do Sul capaz de realizar operações paralelas simultâneas independentes, anunciou a Inframerica, consórcio que administra o empreendimento no Distrito Federal. Segundo o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) os novos procedimentos devem começar em novembro deste ano.

O terminal é o único do País com pistas paralelas a uma distância segura para realizar e pousos e decolagens simultâneos, de acordo com as normas internacionais. As duas pistas têm o mesmo tamanho – 3.300 m x 45 m – e estão separadas por um espaço de 1,8 km.

De acordo com a Inframerica, a nova configuração permitirá aumentar a capacidade do aeroporto de Brasília dos atuais 60 movimentos por hora para até 80. Com isso, o terminal poderá receber um fluxo de aeronaves 45% superior ao atual.

Como explica o Decea, a operação simultânea em duas pistas é segura, “mas requer um trabalho meticuloso, como se dois aeroportos estivessem sendo controlados ao mesmo tempo”.

“A operação gera diversas oportunidades adicionais para as linhas aéreas, que consequentemente, acarreta opções aos passageiros, além de impulsionar nossos planos para aumentar a eficiência dos nossos aeroportos”, revelou o presidente da Inframerica, Jose Luis Menghini.

Veja mais: Jardim especial reduz pela metade ruído de aeroporto

Pousos e decolagens simultâneos já são comuns há muito tempo em aeroportos nos EUA (Foto - reprodução/Youtube)

Pousos e decolagens simultâneos já são comuns há muito tempo em aeroportos nos EUA (Foto – reprodução/Youtube)

O Aeroporto de Brasília é ponto de partida para 45 destinos nacionais e sete internacionais regulares, operados por 12 companhias aéreas. É o segundo aeroporto em movimentação de passageiros do Brasil, depois de Cumbica, e o terceiro em movimentação internacional. A média diária de voos no Terminal é de 500 movimentos aéreos. Já de passageiros, entre embarques, desembarques e conexão é de 49 mil.