A super janela da Boeing tem 1,40 m por 0,5 m; novidade será oferecida para o 737 (BBJ)

A super janela da Boeing tem 1,40 m por 0,5 m; novidade será oferecida para o 737 (BBJ)

Os passageiros dos jatos executivos da Boeing terão em breve a oportunidade de ter uma visão espetacular durante suas viagens. A fabricante apresentou neste mês a janela panorâmica “Skyview Panoramic Window”. A “janelaça”, desenvolvida pela BBJ (Boeing Business Jet) em parceria com a Fokker, deve chegar ao mercado em 2018, na versão executiva do jato 737.

Com 1,40 metro de comprimento por 0,5 m de altura, a janela proposta pela Boeing será a maior em todo mundo a equipar um jato de passageiros. Como explica a fabricante, a janela panorâmica é como a uma combinação de três janelas convencionais. A empresa ainda relatou que a novidade poderá ser instalada em diferentes posições da fuselagem, desde que sempre atrás das asas.

A fabricante vai oferecer a opção da janela panorâmica em aviões “zero km” ou modelos em processo de “retrofit”, quando uma série de modificações e atualizações de sistemas é implementada em aeronaves usadas.

Por que aviões têm janelas tão pequenas?

As janelas dos aviões são pequenas e redondas para poder suportar os frequentes ciclos ed pressurização. Uma janela redonda resiste melhor a pressão do que uma quadrada, fato descoberto após acidentes com o De Havilland Comet, primeiro jato comercial, que tinha janelas quadradas – essa configuração causava rachaduras na estrutura da aeronave, elevando o risco de descompressão explosiva.

A janela panorâmica da Boeing será a maior do mundo a equipar um avião de passageiros (BBJ)

A janela panorâmica da Boeing será a maior do mundo a equipar um avião de passageiros (BBJ)

No entanto, com o uso de novas técnicas de construção e materiais avançados, as janelas de jatos comerciais e executivos estão ficando maiores, como já pode ser visto no Airbus A350 e no Boeing 787, ou então nos jatos da série Legacy, da Embraer.

Veja mais: Monojato da Cirrus recebe certificação nos EUA