A nova série MAX é a quarta geração do jato 737, no mercado desde 1967 (Boeing)

A nova série MAX é a quarta geração do jato 737, no mercado desde 1967 (Boeing)

A Boeing entregou nesta terça-feira (16) o primeiro jato de nova geração 737 MAX. O avião, um modelo 737 MAX 8, foi recebido por membros da companhia aérea Malindo Air, da Malásia, na sede da fabricante em Seattle, nos Estados Unidos. A previsão é de que a aeronave inicie o serviço comercial entre o final deste mês e início de junho.

“Este avião vai mudar a face do mercado de corredor único”, disse o presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Kevin McAllister. O principal concorrente do 737 MAX é o Airbus A320neo, que já está no mercado desde janeiro de 2016.

As principais novidades do 737 MAX são os motores LEAP-1B, da CFM Internacional, e winglets reformulados nas pontas das asas. Segundo a Boeing, essas tecnologias proporcionam um consumo de combustível 20% inferior ao da geração anterior, o 737 “Next Generation”. A fabricante americana ainda destaca que o novo modelo é 8% mais eficiente que o rival A320neo.

O desenvolvimento da série MAX, a quarta geração do 737, foi iniciado em 2011 e o jato voou pela primeira vez em janeiro de 2016. Além do 737 MAX 8, a nova família de aeronaves de um corredor da Boeing ainda compreende as versões 737 MAX 7 e 737 MAX 9. Há também estudos sobre o 737 MAX 10, a maior versão do 737 já proposta, para até 220 passageiros.

A Boeing já tem uma lista com mais de 3.600 encomendas pelo 737 MAX, de 83 clientes do mundo todo. No Brasil, o modelo foi encomendado pela Gol, com previsão de entrega para julho de 2018.

A Boeing afirma já ter recebido 3.600 pedidos pelo novo 737 MAX (Boeing)

A Boeing afirma já ter recebido 3.600 pedidos pelo novo 737 MAX (Boeing)

O 737 MAX 8 chegou ao mercado justamente no ano em que o Boeing 737 completou 50 anos de seu primeiro voo. Desde 1968, a fabricante vendeu mais de 9.300 unidades do 737, o avião comercial mais vendido da história.

Veja mais: “Airbus chinês”, COMAC C919 realiza primeiro voo