Jato oferece mais lugares que o 787, mas experiência de voo é menos agradável (foto: Masakatsu Ukon)

Jato oferece mais lugares que o 787, mas experiência de voo é menos agradável (foto: Masakatsu Ukon)

A American Airlines anunciou ao site Pan Rotas que trocará o equipamento usado na rota São Paulo-Los Angeles até o final do ano. Hoje a frequência é operada pelo Boeing 787-8, um dos jatos mais modernos da atualidade e que oferece um voo menos cansativo que o de modelos semelhantes. Ele será substituído pelo Boeing 777-200 que oferece 28% mais assentos.

No entanto, a viagem, que dura mais de 12 horas, perderá qualidade com a troca. Segundo o diretor regional da American, Dilson Verçosa Jr disse ao site, “o público se beneficiará de uma aeronave maior, sobretudo na classe executiva”. De fato, o 777 é capaz de levar 10 passageiros a mais nessa classe, além de ter 54 assentos a mais na classe econômica e econômica premium. Em vez de 225 lugares do 787, o Boeing maior é capaz de levar um total de 289 pessoas.

Embora não tenha explicado o motivo, a American Airlines pode ter se beneficiado do fim do voo da Korean Air entre São Paulo e Seul, que fazia escala em Los Angeles. Sem o concorrente, parte da demanda migrou para a American e isso certamente afetou a procura por lugares. Mas não deixa de ser um “downgrade” para os passageiros da rota, que agora deixarão de contar com o Boeing 787. Em compensação, a empresa aérea americana já confirmou que trocará o Boeing 777-300ER do voo entre Dallas e São Paulo pelo novíssimo 787-9, versão de maior alcance do birreator.

O Boeing 787 é atualmente o avião mais avançado da companhia (AA)

O Boeing 787 é atualmente o avião mais avançado da companhia (AA)

Destino em alta

Curiosamente, Los Angeles tem sido um destino pouco explorado a partir do Brasil. A American, por exemplo, só estreou um voo direto para a cidade da Califórnia em novembro do ano passado. Até então, havia poucas opções para chegar até a cidade na Costa do Pacífico, a maior parte com conexões em hubs dos Estados Unidos. A Delta chegou a voar para Los Angeles em 2009, mas descontinuou a rota posteriormente.

Veja também: Maior companhia aérea do mundo, American completa 90 anos