O teste em pista molhada é necessário para certificar todo novo avião comercial (Airbus)

O teste em pista molhada é necessário para certificar todo novo avião comercial (Airbus)

A Airbus realizou neste mês, em Istres, no sul da França, testes com o A350-1000 em pista com superfície inundada, necessários para demonstrar a performance da aeronave nesse tipo de situação e garantir sua certificação para o uso comercial. O modelo “-1000” é o maior modelo da série A350, com 73,7 metros de comprimento e capacidade para até 440 passageiros.

Nesse tipo de prova, também conhecida como “teste de spray”, a aeronave acelera progressivamente pelo piso molhado e também realiza frenagens bruscas. Segundo a Airbus, o A350-1000 realizou cinco passagens, em velocidades de 80 nós a 140 nós – de 150 km/h a 260 km/h.

Os ensaios foram documentados com cobertura de vídeo e fotos, bem como o primeiro uso de um drone equipado com câmera para fornecer visões aéreas dos testes.

O A350-1000 tem grandes chances de entrar em operação ainda neste ano. A fabricante europeia já anunciou que pretende entregar a primeira unidade no novo jato no segundo semestre de 2017, para a companhia Qatar Airways. A Airbus tem mais de 190 pedidos pela maior versão do A350, que é avaliado em US$ 355 milhões, cerca de R$ 1,1 bilhão.

Veja mais: Embraer testa E190-E2 em pista molhada