O A321neo é o único narrowbody em produção capaz de transportar mais de 220 passageiros (Airbus)

O A321 é o único narrowbody produzido atualmente capaz de transportar mais de 220 passageiros (Airbus)

A Airbus está na fase de montagem final do primeiro A321neo com a fuselagem modificada para aumentar a capacidade de passageiros, informou o site Flight Global. A nova opção do maior jato da nova família A320neo é o A321neo ACF, sigla para “Airbus Cabin-Flex”, modelo anunciado pela fabricante em 2015 que poderá transportar até 240 passageiros.

A cabine sugerida para o A321neo ACF comporta 20 ocupantes a mais que a versão tradicional. Para aumentar a capacidade de passageiros a aeronave terá uma série de mudanças, como os bancos mais finos e os módulos dos toaletes redesenhados. O jato também vai receber modificações significativas na fuselagem, com mais um par de portas logo atrás da asas e mais duas saídas de emergência na parte central. Essas alterações são necessárias para respeitar os protocolos de evacuação de passageiros.

Com essa nova opção, o A321 terá capacidade de passageiros superior a do recém-lançado Boeing 737 MAX 10, projetado para receber 230 ocupantes, ou até mesmo do jato de longo curso 767, que tem configuração típica de 220 assentos em duas classes, como os modelos operados pela Latam.

Avião único no mercado

O A321 é atualmente o único avião comercial em produção da categoria narrowbody (fuselagem estreita) que pode transportar mais de 220 passageiros. No passado, esse nicho já foi explorado pela Boeing com o 757, produzido entre 1982 e 2004. O maior modelo da família A320 da Airbus chegou ao mercado em 1994, um ano após seu voo inaugural.

O A321neo ACF conta com mais portas e toaletes redesenhados (Airbus)

O A321neo ACF conta com mais portas e toaletes redesenhados (Airbus)

A Airbus ainda não divulgou quando o A321neo ACF chega ao mercado ou qual será o primeiro cliente a adotar o modelo com a configuração de alta densidade.

Veja mais: Primeiro jato comercial chinês completa um ano de operações