Executivos da Lufthansa e Airbus celebram a entrega do primeiro A320neo (Airbus)

Executivos da Lufthansa e Airbus celebram a entrega do primeiro A320neo (Airbus)

O primeiro A320neo, nova geração do principal avião comercial da Airbus, já chegou ao seu dono. A companhia aérea alemã Lufthansa recebeu o jato nessa quarta-feira (20), em cerimônia especial que reuniu executivos da empresa e da fabricante. Apesar de não conter mudanças evidentes no design, a aeronave reformulada traz novidades importantes.

A principal alteração no A320neo são os motores. Segundo a Airbus, os novos turbofans Pratt & Whitney PW1100G são 15% mais eficientes em consumo de combustível, comparado ao A320 da geração passada, o que consequentemente também reduz a emissão de CO2. A fabricante ainda afirma ter reduzido o nível de ruído da aeronave, também em 15%.

As mudanças, porém, não alteraram a potência dos propulsores: cada um gera 12.200 kgfm de empuxo, o suficiente para levar o avião a velocidade máxima de 871 km/h – o A320 da linha anterior alcança a mesma velocidade, mas consumindo mais.

Outra novidade importante do A320neo está na ponta de suas das asas. O jato agora é equipado com “sharklets”(uma nova forma de winglet), dispositivos que ajudam a reduzir o arrasto aerodinâmico do avião, reduzindo o “esforço” dos motores, que gastam menos. O equipamento, de acordo com a Airbus, também torna o voo da aeronave mais estável.

Interior mais confortável (ou mais apertado)

O A320neo incorporou algumas das novas tecnologias de cabine lançadas no A350, o jato de longo curso da Airbus. A aeronave possui um novo equipamento de climatização, que renova o ar da cabine de forma mais rápida, e o sistema de iluminação com LEDs. Essas alterações podem reduzir os efeitos do jet-lag, o mal-estar que passageiros podem sofrer após longos voos. Os compartimentos superiores para bagagens de mão também são maiores.

Novos equipamentos na cabine prometem melhorar o ar a bordo da aeronave (Airbus)

Novos equipamentos na cabine prometem melhorar o ar a bordo da aeronave (Airbus)

A Airbus também oferece uma opção de cabine, a “SpaceFlex”. A configuração permite acrescentar mais nove assentos ao eliminar um toalete e reduzir a “galley” dos comissários na parte traseira da aeronave – o A320neo, por hora, é certificado para transportar até 185 passageiros (o A320 é liberado para levar até 195 ocupantes).

“A entrega do primeiro A320neo a Lufthansa marca um novo passo em frente para cumprir as nossas promessas e atender o objetivo da nossa indústria para a aviação se tornar sustentável. O A320neo incorpora paixão e o compromisso da Airbus para entregar o máximo de eficiência para nossos clientes através de inovações contínuas”, contou Fabrice Brégier, presidente da Airbus, em comunicado. A companhia alemã já encomendou 116 jatos da nova família “neo”.

A Lufthansa encomendou 116 jatos da nova família A320neo (Airbus)

A Lufthansa encomendou 116 jatos da nova família A320neo (Airbus)

O mais pedido

Desde 2010, quando lançou o projeto do novo A320, a Airbus já recebeu 4.500 pedidos pela aeronave, certificada para voar em dezembro de 2015. O concorrente direto do A320neo é o Boeing 737 MAX, que está na fase final de desenvolvimento. O novo jato da Boeing possui mais de 3.700 pedidos.

No Brasil, o A320neo já tem até fila de espera. Em novembro de 2014, a companhia Azul anunciou um pedido de 62 aeronaves e, em junho de 2015, a Avianca encomendou 63 unidades do jato de nova geração. Os aviões devem chegar ao país em lotes até 2023.

Veja mais: Aviões comerciais raros no Brasil