O centésimo A350 foi recebido pela China Airlines (Airbus)

A Airbus entregou nesta semana o centésimo exemplar do seu mais novo jato de longo alcance, o A350 XWB. O birreator de média capacidade foi recebido pela companhia aérea China Airlines e é da versão A350-900 – com ele a empresa já tem sete unidades das 14 encomendadas originalmente.

A marca de 100 aviões entregues ocorre apenas 30 meses após o primeiro A350 ter sido recebido pela companhia Qatar Airways, em dezembro de 2014. Destes, 36 aparelhos foram entregues este ano, segundo a Airbus. Mas a meta da fabricante européia é bem mais ambiciosa: em 2018 estima-se que 10 A350 serão produzidos por mês, o que fará com que o jato tenha uma cadência anual de cerca de 120 aviões.

Atualmente, 14 companhias aéreas no mundo operam o A350 em cerca de 110 rotas, entre elas a LATAM, primeira operadora do modelo nas Américas. Até junho, a Airbus acumulava 847 encomendas firmes de 45 clientes.

Agora, o foco da empresa recai sobre a nova variante, A350-1000, a de maior capacidade da família e que pode levar mais de 400 passageiros . Voando em testes desde novembro do ano passado, a aeronave deve entrar em operação comercial no último trimestre deste ano.

Veja também: Delta é primeira companhia dos EUA a receber o A350

O aeroporto de La Paz foi construído a mais de 4.000 metros de altitude em relação ao nível do mar (Airbus)

O A350-1000, para mais de 400 passageiros, é o próximo a entrar em operação ainda em 2017 (Airbus)